É sabido que a carga tributária no Brasil é uma das maiores do mundo, mas o que não se sabe é o porquê desse absurdo. O brasileiro pagou R$ 550 bilhões em impostos em 2009, conforme "Impostômetro". Dessa forma, presumo que quanto mais se trabalha, mais se paga impostos! É um ciclo vicioso... Às vezes, me pergunto se a improdutividade não apresentaria algumas benesses ou nos mataria de fome por completo. Fome Zero? Um contra-senso! Taxa, tarifa, contribuição ou tributo... É o pensamento do dia ou de todas as horas? Lembro-me ainda criança meus pais comentarem o pagamento de tributos diretos e indiretos... Definhamo-nos no saber por não sabermos ou estamos acomodados? É vexatória, indigna, desrespeitosa a forma de como somos tratados, por isso a minha manifestação, esperando que iniciativas como essa sejam ainda mais presentes na pauta do brasileiro. Este espaço foi criado para comentarmos, trocarmos idéias, reivindicarmos, denunciarmos e até elogiarmos os serviços públicos e privados.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Quanto vale um sonho?

Enquanto os grandes discutem o homicídio nas regiões metropolitanas em proporção ao crescimento populacional, tornando-o ínfimo e desprezível estatisticamente, o ser humano padece...
Padece de cuidados, padece de atenção, padece de respeito ao direito a vida.
Alcides do Nascimento Lins, o filho da catadora de lixo que estava prestes a se formar na faculdade de biomedicina, é o grito que não quer calar, é o Brasil pleiteando um lugar ao sol, é o resgate à dignidade.
Quantos "Alcides" ainda sobreviverão a ganância dos homens que ditam leis, mas não garantem a segurança e, a cidadania?

Nenhum comentário:

Postar um comentário