É sabido que a carga tributária no Brasil é uma das maiores do mundo, mas o que não se sabe é o porquê desse absurdo. O brasileiro pagou R$ 550 bilhões em impostos em 2009, conforme "Impostômetro". Dessa forma, presumo que quanto mais se trabalha, mais se paga impostos! É um ciclo vicioso... Às vezes, me pergunto se a improdutividade não apresentaria algumas benesses ou nos mataria de fome por completo. Fome Zero? Um contra-senso! Taxa, tarifa, contribuição ou tributo... É o pensamento do dia ou de todas as horas? Lembro-me ainda criança meus pais comentarem o pagamento de tributos diretos e indiretos... Definhamo-nos no saber por não sabermos ou estamos acomodados? É vexatória, indigna, desrespeitosa a forma de como somos tratados, por isso a minha manifestação, esperando que iniciativas como essa sejam ainda mais presentes na pauta do brasileiro. Este espaço foi criado para comentarmos, trocarmos idéias, reivindicarmos, denunciarmos e até elogiarmos os serviços públicos e privados.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Na direção de nossas vidas...















Desembolsar mais de R$ 5 milhões dos cofres públicos para a compra da “ferramenta de trabalho” para os 51 vereadores da Câmara Municipal foi o maior desplante, para não dizer projeto CARA DE PAU, já visto na história nesses últimos anos!
Assim como a maioria, estou tentando digerir a idéia inescrupulosa, delírio de um lunático em estado grave, muito grave.
Camisa de força nele!
Enquanto os desabrigados pelas chuvas ocorridas recentemente em toda a parte do Brasil, tentam recuperar as sobras das sobras, sonhos levados pelas impiedosas águas de verão, onde as sensações de vazio e do vazio permutam na tentativa de tirar-lhes o ar, tamanho é o desalento pela perda dos seus entes, irreparável custo humano...
O cinismo, a insolência daqueles que, como obrigação deveriam oferecer-lhes a Ferramenta, a legítima, na reconstrução de suas vidas, acolhê-los e protegê-los, assim como aos demais na qual me incluo, uma sociedade igualitária cuja dignidade faz-se com esforços na dinamização de investimentos, arrecadação de tributos destinados as benfeitorias na saúde, habitações seguras, vias públicas e órgãos que atendam as necessidades de todos...
Eles preferem o conforto de um Jetta!
Orgulhar-me-ia de um parlamentar coberto de lama e lápis em punho...
Sonho meu pensar que tudo poderia ser diferente, delírio de uma lunática em estado grave, muito grave que paga seus impostos.
 Camisa de força nela!

Um comentário: